A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

BLOG ALFA PAPA MG .A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

 Bandidos matam agente penitenciário durante assalto a supermercado no Paraná.



Reconhecido por um dos marginais que assaltava o supermercado da Rua Natal, no Cajuru, o agente penitenciário Jean Carlos Borja, aproximadamente 45 anos, foi executado com um tiro no rosto, próximo aos caixas, na noite de ontem. Eram três assaltantes, dois deles armados, segundo a polícia. Minutos antes das 21h30, eles se dividiram e entraram pela porta da esquina e pela entrada central. Roubaram alguns celulares e certa quantia em dinheiro, cruzaram com Jean e atiraram na direção da cabeça dele, antes de fugir em um veículo bordô.

O mercado lotado se transformou em gritaria e corre-corre. Os seguranças e funcionários ampararam alguns clientes. Crianças e idosos foram levados para os corredores dos fundos. Depois da chegada da Polícia Militar, os caixas foram sendo liberados e as pessoas puderam deixar o local.

“Estava quase indo ao caixa quando tudo aconteceu. Corri para perto do açougue e esperei certo tempo antes de ir ver como o homem estava. Já tinha morrido. As funcionárias começaram a chorar. Moro aqui perto e esta é a quarta vez nestes últimos meses que assaltos ocorrem neste mercado”, disse o autônomo Marcelo Toller. A área onde estava caído o corpo de Jean foi isolada e as portas foram fechadas. Somente policiais e a gerencia permaneceram no interior do estabelecimento.
Notícias Relacionadas


Por volta das 23h, uma equipe da Delegacia de Furtos e Roubos chegou e teve acesso as imagens das câmeras de segurança. “Não tem nenhum elemento que prove que o agente estava trabalhando no local. Também ainda não posso afirmar qual era o objetivo dos assassinos. Vamos trabalhar rápido para chegar nestas pessoas”, disse o delegado Rodrigo Souza, da DFR. As gravações do circuito de vídeo devem ser divulgadas nesta quarta-feira. “Contamos com ajuda da população para pegá-los. Se forem da região onde o crime aconteceu, serão presos em breve”, assegurou Rodrigo. Quem tiver interesse em ajudar a polícia pode dar informações pelo telefone 3218 6100.

Fonte Paraná online