A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

BLOG ALFA PAPA MG .A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Polícia civil admite que agente penitenciário foi assassinado a mando do PCC

03 de Junho de 2015 às 11:56:03
Da redação


Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira, 03, a polícia civil admitiu após 120 dias de investigações que o assassinato do agente penitenciário, Anderson Albuquerque Guimarães, acontecida no início do mês de fevereiro deste ano, foi planejada e executada por integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC). Quatro participantes foram presos e dois ainda se encontram foragidos fora do estado.

A motivação para o crime seria em retaliação a maus tratos praticados por agentes à presos do complexo penitenciário Francisco de Oliveira Conde (FOC) integrantes da facção.
O passo a passo do crime:
De acordo com o delegado Alcindo Junior, os integrantes da facção são oriundos do estado de São Paulo e vieram para o estado exclusivamente para execução do agente. No dia seguinte (03) de fevereiro, todos saíram do estado do Acre em um vôo para Campinas (SP).
Diemeson da Silva Batista e Mário Renan Sampaio considerado o cabeça do crime, foram os responsáveis pela compra do carro  utilizado na noite da execução. Cláudio Martins (Barrão) foi o responsável pelo fornecimento das armas e os disparos foram feitos por Wellington Vieira, o Gordão, e Anderson Conceição, conhecido como Profeta.
Mandante do crime
Dos seis participantes, um está preso em Dourados no estado do Mato Grosso do Sul (MS), três em Rio Branco (AC) e dois conhecidos como “Vulgo Gordão e Profeta” se encontram foragidos.


As investigações foram consideradas encerradas e foram entregues ao poder judiciários, porém a busca pelas prisões dos foragidos continua.
Fonte: http://www.oriobranco.net/noticia/policial/policia-civil-admite-que-agente-penitenciario-foi-assassinado-a-mando-do-pcc