A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

BLOG ALFA PAPA MG .A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

segunda-feira, 24 de outubro de 2016


segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Comissão aprova adicional de periculosidade a carreiras da segurança pública


Agência Câmara Notícias     -     24/10/2016




O projeto também inclui as carreiras de segurança e de policiais legislativos federais na categoria de típicas de Estado e estende o adicional a inativos

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou proposta que assegura a integrantes de órgãos de segurança pública; a agentes penitenciários; e a policiais legislativos federais (Câmara e Senado) o direito a adicional de periculosidade.

Por meio de emendas, o mesmo direito foi concedido a servidores públicos e demais profissionais que atuam em unidades do sistema prisional.

Pelo texto, cada ente federado deverá estabelecer o valor do adicional de periculosidade, desde que observado um percentual mínimo de 30% sobre a remuneração total, excetuando-se do cálculo as vantagens de natureza pessoal.

Carreiras de Estado
A proposta ainda transforma as carreiras da segurança pública e da Polícia Legislativa Federal em atividades típicas de Estado – ou seja, integrantes de um núcleo de atividades exclusivas que só o Estado pode realizar.
O texto é um substitutivo do relator, deputado Cabo Sabino (PR-CE), ao Projeto de Lei 193/15, do deputado Major Olimpio (PDT-SP).

Originalmente, o projeto previa o adicional apenas para os integrantes do sistema de segurança pública (Polícia Federal; Polícia Rodoviária Federal; Polícia Ferroviária Federal; polícias civis;  militares e corpos de bombeiros militares.

Emendas

Sabino decidiu acolher três emendas aprovadas pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e duas apresentadas pela deputada Érika Kokay (PT-DF).

As emendas da Comissão de Segurança estendem o direito ao adicional de periculosidade a policiais legislativos federais, integrantes da Câmara dos Deputados e do Senado, e a inativos de todos os órgãos de segurança pública. Pelo texto, os policiais legislativos também terão direito ao adicional na inatividade.

Atualmente, o adicional de periculosidade é limitado aos trabalhadores da iniciativa privada que atuam em contato permanente com inflamáveis, com explosivos, com radiação e eletricidade.

Sistema prisional

Já as emendas da deputada Érika Kokay asseguram a servidores públicos e a empregados que exerçam as suas atividades em unidades dos sistemas prisionais da União, dos estados e do Distrito Federal o direito de receber ao mesmo tempo os adicionais de periculosidade e de insalubridade.

Entre esses trabalhadores estão assistentes sociais, psicólogos, servidores administrativos, professores, além de um grande número de terceirizados. "Mesmo atuando em condições extremamente adversas e quase sempre absolutamente precárias, desempenham atividades de extrema relevância no atendimento ao preso, e também a seus familiares”, argumentou o relator.

Tramitação

A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será votada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.


 Agente penitenciário mata  Bandido durante rebelião em  itajubá

Um detento foi morto durante uma tentativa de rebelião na cadeia de Itajubá, no Sul de Minas Gerais, na noite de quinta-feira (16). Wellington Rodrigo Custódio de Souza, de 20 anos, foi atingido por uma bala de borracha, mas não resistiu aos ferimentos. Ele cumpria pena por furto e assalto.
Segundo o delegado regional de Itajubá, Inácio Luis Gomes de Barros, quatro presos renderam o agente Carlos Alberto da Silva durante uma vistoria nas celas do presídio. Um deles teria começado a ferir o agente com golpes de estilete. Foi nesse momento que o também agente penitenciário José Henrique Custódio tentou conter o tumulto e acertou Souza na cabeça. O detento que foi socorrido e levado ainda com vida para o Hospital Escola.
O laudo da necropsia detectou fragmentos de borracha. De acordo o médico legista José Henrique Schumann, a pressão da batida da bala na cabeça resultou em uma fratura no crânio. O detento teve uma grave hemorragia, que não poderia ser contida nem mesmo com uma cirurgia. O outro agente ferido durante a rebelião já foi liberado do hospital.
A assessoria da imprensa da Polícia Civil de Belo Horizonte garantiu que o agente José Henrique Custódio, que realizou o disparo, não será afastado de suas funções, já que agiu em legítima defesa. Os agentes penitenciários possuem autorização para usar armas com munição de borracha. Armas de fogo, por outro lado, são proibidas.

Servição! Criminoso tenta arremessar ilícitos para dentro do Presídio Alvorada, mas, é surpreendido e preso


Nesta tarde de Domingo (23/10),por volta das 16:30, Agentes Penitenciários do Presídio Alvorada - unidade prisional situada no bairro Jardim Alvorada em Montes Claros; na consoante do dever legal os AGENTES frustraram uma tentativa de arremesso de ilícitos para o interior da unidade prisional. Conseguiram prender o CRIMINOSO em flagrante delito e junto uma sacola com vários celulares.

Parabéns aos Agentes Prisionais, mesmo com as dificuldades de SUPERLOTAÇÃO, EQUIPAMENTOS tecnológicos e bélico conseguiram de imediato impor uma RESPOSTA a altura na bandidagem!

Resultado de imagem para faca na caveira


domingo, 23 de outubro de 2016

NOVAS TURMAS - FAÇA JÁ SUA INSCRIÇÃO - MEAF o curso será realizado no CLUBE MONTES CLAROS DE TIRO AO ALVO

 CURSO VOLTADO PARA ALUNOS DO CFTP 2016, E TAMBÉM CIDADÃOS DE BEM DE MONTES CLAROS E REGIÃO DO NORTE DE MG


*Aberto as inscrições para qualquer cidadão maior de 21 anos com conduta ilibada.


CURSO MEAF


Manuseio e Emprego de Arma de Fogo


Data do curso: Dia 29 de Outubro de 2016. (Sábado)



Sendo 80 (oitenta) disparos por aluno intercalados entre os calibres: 

35 disparos de Pistola

(25 de. 380 e 10 de .40)

15 disparos de revolver .38

6 disparos de espingarda. 12

12 disparos de Carabina Puma 

12 disparos de carabina. 22


Legislação e Regras de Segurança. 


O CURSO:

Visamos habilitar, capacitar e aperfeiçoar as técnicas de tiro, assim aprimorar  os fundamentos do Operador que irá utilizar das seguintes armas:

Revólver, Pistola, Espingarda Calibre 12 e Carabina Puma.

Atenção! 

Colegas e amigos que não são operadores da segurança pública mas desejam aprender a manusear e praticar com armas de fogo. O instrutor Márcio Cleiton e o Instrutor Roberto Nascimento (credenciado junto à Polícia Federal, e oferecem o "MEAF" com as cargas: "6 horas de instruções teóricas e 6 horas com instruções práticas, com pistolas calibres .380, calibre .40" (apenas para operadores de segurança pública)  revólver 38, carabina .38, rifle 22, e espingarda 12. 

Ao final do curso os alunos receberão o certificado de capacitação em manuseio de armas de fogo nos calibre descritos.

PÚBLICO ALVO: Voltado para os candidatos do CFTP/2016, e também aberto ao cidadão com idade acima de 21 anos, e quem não tem conhecimento com os armamentos ou simplesmente precisa aperfeiçoar o manuseio.

VALOR DO  MEAF: R$500,00 dividimos  até 2 x no cartão. 

Resultado de imagem para visa master

Preço à vista: R$450,00

PACOTE PROMOCIONAL:


Laudo de capacitação técnica e Laudo psicológico + MEAF no valor de R$ 780,00 - (Incluso certificado assinado por Instrutor de Armamento e Tiro credenciado junto a Polícia Federal e o Exército).

*O curso será realizado no CLUBE MONTES CLAROS DE TIRO AO ALVO.




CONTATO: A.S.P Márcio 
(38)99201-5579 WhatsApp

 Roberto Nascimento: 
(38) 99812-0444 WhatsApp

Sistema Prisional mineiro agora conta com o Núcleo de Escolta Hospitalar incluindo a cpppp em Ribeirão das Neves

Dr. Marcelo Costa Secretário Adjunto de Administração Prisional A Região Metropolitana de Belo Horizonte ganhou nesta quinta-...