A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

BLOG ALFA PAPA MG .A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

: Vai acontecer . . . exonerações de 12 Diretores de Cadeia, a bem do serviço público, por estes apresentarem Históricos falsos. Ainda bem que estudei 8 anos no primeiro grau, 3 anos no segundo grau e mais 4 anos no terceiro. Obrigado meu Deus, por possuir Históricos Escolares autênticos.

Entregando Rosas para Mulheres desconhecidas na rua, O QUE VC NÃO FAZ EM CASA VEJA SE ALGUÉM FAZER COMO ELA VAI GOSTAR.

SISTEMA PRISIONAL FECHADO COM PMMG E PCMG. AI VAGABUNDO, NA RUA SE CORRER O BICHO PEGA NA CADEIA SE FICAR O BICHO COME .SE FOR PEGO NA RUA TRABALHO PRO COVEIRO, E SE FICAR NO SISTEMA PRISIONAL VAI PULAR FOGUEIRA NO C.O.Q ,COM TATUAGEM DE PALHAÇO VAI REMAR MAL NO SISTEMA .

AGENTE É PRESO QUANDO PASSAVA CELULAR A DETENTO

O AGENTE PENITENCIÁRIO FOI SURPREENDIDO POR OUTRO AGENTE, QUE O VIU JOGAR UM EMBRULHO PARA UM PRESO. ERA UM TELEFONE CELULAR.

Foto: Kildene de Jesus
O CELULAR seria utilizado para que presos se comunicassem com o exterior do presídio. O agente foi preso.


GOVERNADOR VALADARES - Um agente penitenciário foi preso após tentar passar um telefone celular para um detento, no final da tarde de quinta-feira (12), no Presídio (cadeia pública) de Governador Valadares. 
De acordo com informações do boletim de ocorrência, os policiais foram acionados pelo Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) para comparecerem ao presídio da cidade. Ao chegarem, foram informados, por um agente penitenciário, que ele estava em serviço no corredor da cadeia quando viu outro agente, de 30 anos, que também estava de serviço, arremessar um invólucro próximo a um detento. O agente deteve o que arremessara o objeto e ordenou que ele lhe entregasse o invólucro, o que foi feito de imediato.

Ainda de acordo com a ocorrência, quando os policiais chegaram abriram o invólucro e dentro havia um telefone celular e um carregador. Foi feita busca no carro do agente e lá foi encontrado outro telefone celular. O agente infrator foi preso e encaminhado à delegacia juntamente com o aparelho apreendido. 

Suapi

A Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) informou, por meio de nota, que a direção do presídio acionou a Polícia Militar para registrar o boletim de ocorrência e também instaurou um procedimento interno de investigação. Ainda de acordo com a nota, o agente penitenciário encontra-se à disposição da Justiça na Delegacia de Polícia Civil.

Aprovado anteprojeto que deve regulamentar profissão de agente penitenciário

Concurso Agente penitenciário SEJUS CE 2011 – Edital

O grande passo foi dado pelos líderes sindicais da categoria, em Brasília, durante a última reunião do Grupo de Trabalho do Ministério da Justiça, no último dia 14, quando aprovaram o anteprojeto de lei (clique para ver na íntegra) que deverá ser encaminhado pelo Governo à Câmara Federal.
Como membro titular representando a Federação Nacional dos Servidores Penitenciários (Fenaspen), o presidente do Sindicatos dos Agentes Penitenciários, Socioeducadores, Técnicos Penitenciários e Agentes Administrativos Penitenciários de Rondônia (Singeperon), Anderson Pereira, participou de todas as discussões e fez contribuições na construção de uma carreira sólida e estruturada para os profissionais.
Foram seis reuniões onde foram traçados o perfil, atribuições, nomenclatura, requisitos e tudo que julgamos essenciais à valorização do agente penitenciário, tão importante na Execução Penal e merecedor desse reconhecimento, destacou Anderson.
Todas as reuniões foram conduzidas pela Ouvidora Geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen/MJ), Valdirene Daufemback. Os subsídios para a discussão foram teses, artigos científicos, dissertação de mestrado sobre atuação no sistema penitenciário. Participaram também do Grupo de Trabalho: a coordenadora de Combate à Tortura da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Karolina Alves; presidente da Federação Nacional dos Servidores Penitenciários (Fenaspen), Fernando Anunciação; os diretores da Fenaspen, Jacira Maria da Costa, Vilobaldo Adelídio, Jarbas Santos e João Rinaldo ; os diretores da Federação Brasileira dos Servidores Penitenciários (Febrasp), José Roberto e Wesley Barreto; diretor do Sindpen, Adriano de Sousa; representante da Pastoral Carcerária, José de Jesus; representante da Escola do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul, Diolandes Pereira; representante do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, Alvino Augusto; representantes do Sindaspes (ES), Paulo Fernando e Carlos Vilela; representante do Sinapen-AP, Clemerson Gomes; agente penitenciária federal, Marlene Inês; sociólogo, Naum Pereira; e os colaboradores, Carlos Roberto e Augusto César. Audiência Pública O anteprojeto de lei será entregue oficialmente ao diretor do Depen, Augusto Rossini, no dia 12 de fevereiro, onde será o responsável por encaminhar o anteprojeto ao ministro da Justiça, Eduardo Cardoso, o qual dará andamento ao projeto para a Casa Civil e, posteriormente, ao Congresso Nacional para análise e aprovação. O presidente da Fenaspen, Fernando Anunciação, juntamente com a Febrasp, firmaram compromisso no GT de articular uma audiência pública na Câmara Federal para colocar em discussão o teor da regulamentação na Comissão de Direitos Humanos da Câmara.
Queremos trabalhar isso o mais democrático possível para que todos tenham condições de referendar e discutir os pontos definidos pelos representantes em Brasília, reforçou Anunciação.
O presidente do Singeperon ainda firmou o compromisso de trabalhar pesado dentro do Congresso Nacional para defender a manutenção do texto do anteprojeto e evitar que seja alterado e venha prejudicar a categoria em todo o país.

Esta proposta de regulamentação é fruto de um duro e sério trabalho do GT, por vezes desgastante e de debates calorosos travados, evidenciou.
FONTE: http://achcavalcanti.wordpress.com

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Assassino de pastor culpa reação da vítima: 'Como pastor, ele não podia reagir .

'




A Polícia Civil apresentou na manhã desta quinta-feira o assassino confesso de um pastor da Igreja Universal no Bairro Céu Azul, Região de Venda Nova, em Belo Horizonte. De acordo com as investigações,o crime, ocorrido em 10 de fevereiro deste ano, trata-se de um latrocínio, pois a intenção do autor era conseguir um carro para viajar.
Segundo a polícia, Reinano Francisco de Oliveira, 45, entrou na igreja armado, anunciou o assalto e dominou o líder religioso Charles Vidal de Souza, 34, que ministrava há pouco mais de uma semana no templo daquele bairro.
Quando o assassino tentou amarrar os pés da vítima, o pastor reagiu e ambos entraram em luta corporal, que só terminou quando o bandido atirou contra a cabeça de Charles de Souza, matando-o na hora.
Conforme a delegada Cristina Angeli, o autor disse que iria para o estado do Espírito Santo, onde ele tem uma propriedade. "Por conta disso, ele queria pegar um carro de assalto e furtar alguns pertences da igreja, mas não deu tempo, diante da reação", afirmou.
O homicida conta que só atirou porque o pastor reagiu. "Na hora eu mandei ele assentar para eu marrar os pés dele. Ele soltou as mãos e me deu dois socos no peito jogando para trás. Ele estava com as mãos para trás, tentando me pegar de qualquer jeito. Pedi para ele ficar quieto e ele não ficava", contou.
O criminoso ainda criticou a vítima. "Pelo que eu conheço, pastor tem é respeito e amor pelas pessoas. Ele não sai por aí agredindo, dando porrada. Ele, como pastor, não pode fazer isso", disse.
As investigações apontam que Reinano de Oliveira já tem passagens pela polícia por latrocínio, lesão corporal, roubo e furto. Além disso, o acusado estava foragido da Justiça desde 2009.

Confira a reportagem de Oswaldo Diniz

Fonte: Rádio Itatiaia

OUÇA O(S) AUDIO(S) DESTA NOTÍCIA:

Preso acusado de matar pastor a tiros dentro de igreja em Belo Horizonte

COMENTÁRIOS

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).

Em PE, 12 internos são autuados após rebelião com dois mortos em presídio Eles devem responder por dano ao patrimônio e tentativa de homicídio. Oito internos de penitenciária em Itamaracá também ficam feridos no motim.



Do G1 PE
1 comentário
Marcas, aparentemente de tiros, podem ser vistas em unidades que abriga 1.870 presos, mas só tem capacidade para 650 (Foto: Débora Soares/G1)Marcas, aparentemente de tiros, podem ser vistas em unidades que abriga 1.870 presos, mas só tem capacidade para 650 (Foto: Débora Soares/G1)
Doze presos serão autuados em flagrante após a rebelião na Penitenciária Agro-industrial São João (PAISJ), em Itamaracá, Grande Recife, que deixou dois detentos mortos e oito feridos. Eles serão levados ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Imbiribeira, Zona Sul da capital, e posteriormente encaminhados ao Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, Região Metropolitana. Eles devem responder por dano ao patrimônio e tentativa de homicídio, informou o secretário-executivo de Ressocialização, coronel Romero Ribeiro.
'Vamos abrir sindicância e o inquérito que vai indicar como os óbitos aconteceram', disse o coronel Romero Ribeiro, secretário de Ressocialização (Foto: Débora Soares/G1)'Vamos abrir sindicância e o inquérito vai indicar como
os óbitos aconteceram', disse o coronel Romero Ribeiro,
secretário de Ressocialização (Foto: Débora Soares/G1)
Em visita à unidade na tarde desta quinta (13), ele comentou que o tumulto foi provocado por internos do pavilhão G. Os detentos se rebelaram no início da manhã desta quarta, reivindicando a substituição da direção da penitenciária e reclamando da qualidade da comida e do uso de tornozeleiras eletrônicas. Atualmente, a unidade de regime semiaberto abriga 1.870 presos, mas só tem capacidade para 650.
“Neste tumulto, que foi em apenas um pavilhão, tivemos dois mortos e oito feridos, dos quais cinco já retornaram [ao presídio]. Conseguimos identificar 12 líderes de grupos que causaram o tumulto e eles vão ser encaminhados ao DHPP. Como foram autuados em flagrante, esses detentos vão para o Cotel. Vamos abrir uma sindicância na Secretaria e o inquérito vai indicar como os óbitos aconteceram”, disse o coronel Romero Ribeiro. Internos denunciaram que os dois mortos foram vítimas de tiros efetuados pela Polícia Militar.
Reeducandos sobem no telhado da penitenciária para protestar (Foto: Katherine Coutinho/G1)Presos subiram em telhado e exibiram armas artesanais (Foto: Katherine Coutinho/G1)
Questionado sobre a saída do diretor, o secretário-executivo de Ressocialização disse que o planejamento da unidade será reavaliado. “Estamos reavaliando todos os procedimentos, mas a rotina deve continuar, até porque essa unidade não tem problemas há muitos anos. É uma unidade tida como tranquila aqui em Pernambuco. Uma coisa é certeza: vamos ter mais agentes penitenciários aqui, vamos ter mais segurança. Atualmente, cerca de 40 pessoas trabalham aqui. É importante dizer que foram os próprios agentes que controlaram a situação, com o Batalhão de Choque participando para auxiliar na revista, que foi muito minuciosa. Foram encontrados celulares", explicou.
Sobre a superlotação da penitenciária, que abriga quase três vezes mais presos do que comporta, Ribeiro limitou-se a dizer que, devido ao regime semiaberto, internos deixam a unidade de segunda a sexta para atividades externas. “É importante dizer que essa é uma unidade de regime semiaberto, com cerca de 500 trabalhando diariamente, então nem sempre esses 1.870 estão aqui." O coronel acrescentou que as visitas conjugais, que ocorrem aos sábados, e as familiares, aos domingos, estão mantidas.

Tiros, bombas e fumaça
A confusão começou por volta das 7h30 e só foi controlada perto das 11h, após a chegada do Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque). Internos subiram no telhado da unidade e exibiram armas artesanais, pedaços de paus e faixas pedindo a saída do diretor. Durante o tumulto, foi possível ouvir barulho de tiros e bombas e ver fumaça em um dos pavilhões.
Os feridos foram socorridos e levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Igarassu e o Hospital Miguel Arraes, em Paulista, ambos no Grande Recife. Cinco receberam alta médica. Por questão de segurança, a Seres preferiu não informar o estado de saúde nem os nomes dos três feridos que continuam em atendimento. Os dois presos mortos – Valmir Antônio da Silva e Dinavan Oliveira da Silva - foram encaminhados ao Instituto de Medicina Legal (IML), em Santo Amaro, área central da capital.
Parentes dos internos pediram a saída do atual diretor da unidade (Foto: Débora Soares/G1)Parentes dos internos pediram a saída do atual diretor da
unidade (Foto: Débora Soares/G1)
Familiares fazem passeata
Cerca de 60 parentes de presidiários se reuniram em frente ao presídio nesta quarta. A maioria – mulheres e mães dos detentos – também pediu a saída do atual diretor da unidade. "Desde a entrada de Ricardo [Luiz Pereira] somos tratadas como se fôssemos animais, com os agentes maltratando a gente nos dias de visita. Não nos deixam mais trazer feira, meu filho tem que comer a comida horrível que eles servem aí", disse Maria Helena Souza, mãe de um dos presos.

Os familiares fizeram uma passeata em frente ao presídio, gritando "fora diretor". Quando uma viatura da Seres chegou ao local, eles fizeram uma barreira e impediram a passagem do veículo. No entanto, resolveram liberar após perceber que havia assistentes sociais no carro.
De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes, Servidores, Empregados e Contratados do Sistema Penitenciário de Pernambuco, Nivaldo de Oliveira Júnior, o atual diretor está apenas sendo mais rigoroso. "Antes a situação aqui era mais leniente, aí as famílias e os presos se acostumaram. Agora não, o diretor Ricardo é mais rígido, por isso estão estranhando, pois não estão acostumados com o que deve ser".
Presos são levados de volta às celas depois da rebelião (Foto: Katherine Coutinho/G1)Presos são levados de volta às celas depois da rebelião (Foto: Katherine Coutinho/G1)
tópicos:

SEGUE ORIENTAÇÕES SOBRE O UNIFORME DO CFTP

SAIU CRONOGRAMA OFICIAL



Art. 4º Os candidatos deverão se apresentar para as atividades escolares com o uniforme composto por camisa de malha branca gola careca, manga curta, com o nome do candidato bordado ou pintado do lado esquerdo do peito, na cor preta e no tamanho mínimo de 1 cm e máximo de 1,5cm de altura por no máximo 13 cm de comprimento, calça jeans azul e tênis escuro. Os candidatos do sexo masculino devem apresentar-se com cabelos aparados e barba raspada, e do sexo feminino deverão adotar o penteado tradicional, caso possuam cabelos curtos, ou no estilo “rabo de cavalo” ou preso em coque para os cabelos longos. 
Está no regulamento do curso que saiu dia 27/09/2013.
http://www2.ibfc.org.br/concurso/seds-1225/

Data definida do Curso de Formação Técnico-Profissional (CFTP) 2012

C O M U N I C A D O 

IBFC

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão – SEPLAG, a Secretaria de Estado de Defesa Social – 
SEDS e o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação – IBFC tornam público o cronograma de 
realização do Concurso Público Edital SEPLAG/SEDS nº 03/2012, para provimento de cargos da carreira 
de Agente de Segurança Penitenciário do Quadro de Pessoal da Secretaria de Estado de Defesa Social – 
SEDS: 

ETAPA INICIO FIM
5ª ETAPA - EXAMES MÉDICOS 22/01/2014 14/03/2014
6ª ETAPA - CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICO-PROFISSIONAL 17/03/2014 26/06/2014

O Curso de Formação Técnico-Profissional (CFTP) será realizado para os candidatos às vagas da 1ª, 2ª e
3ª RISP (Região Metropolitana de BH) em Belo Horizonte e para os candidatos às vagas da 4ª à 18ª RISP
no munícipio SEDE das respectivas RISP, conforme Item 1.9 do Edital, e será realizado em dois
grupamentos, conforme Item 15.4 do Edital, de acordo com a distribuição a seguir:

Grupamento RISP Início CFTP Término CFTP 
1º 2ª, 6ª, 7ª, 12ª, 13ª e 14ª 17/03/2014 30/04/2014 
2º 1ª, 3ª, 4ª, 5ª, 8ª, 9ª, 10ª, 11ª, 15ª, 16ª, 17ª e 18ª 05/05/2014 15/06/2014 

PORQUE ESTAS VIATURAS NÃO TEM SEGURO,,,,,,,,,,,,. E QUEM PAGA A CONTA É OS POLÍCIAiS

Na tarde desta quinta feira, por volta das 16:00, uma viatura que estava realizando escolta de preso, entre os municípios de Sacramento, localizado no triângulo e Unaí, no noroeste do Estado, capotou na rodovia MG 188, próximo a Paracatu. 
Segundo informações preliminares, estava chovendo muito na hora e havia grande quantidade de óleo derramado na pista, o que provavelmente foi a causa do acidente. 
A equipe já estava retornando para Sacramento. Não havia presos na viatura. A equipe de agentes penitenciários não se feriram, gráças a Deus o dado foi somente a viatura que ficou destruída.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

BOLSONARO: A VERDADE SOBRE DIREITOS HUMANOS. HOTEL DE LUXO PRA VAGABUNDO , SÓ EM MG , PRA VAGA BUNDO É PEDRINHA , ONDE O FILHO CHORA E A MÃE NÃO VÊ.

Minas Gerais lança Plano Mineiro de Humanização do Sistema Prisional

Minas Gerais lança Plano Mineiro de Humanização do Sistema PrisionalPDFImprimirE-mail
ofs_3107.jpgO Governo de Minas lançou nesta terça-feira (11.02), a primeira etapa do Plano Mineiro de Humanização do Sistema Prisional. Nesta primeira fase, serão anunciados editais para a construção e ampliação de 15 presídios em várias regiões do Estado que abrirão 5.485 novas vagas. São 11 construções e quatro ampliações, com investimentos de cerca de R$ 170 milhões.
Seis dos editais serão lançados na quarta-feira (12.01) e os demais, em até 30 dias. Após o início das obras, o prazo para inauguração das unidades é de dez meses. Os custos das obras são compartilhados entre o Governo Estadual e Federal.
Até 2015, o Plano Mineiro de Humanização do Sistema Prisional vai ampliar o sistema prisional de 14.900 vagas – um incremento de 47% do total de vagas existentes hoje no sistema prisional do Estado. Isso porque, além das construções e ampliações anunciadas nesta terça-feira, há ainda a entrega de três unidades do Complexo Penitenciário Público Privado (CPPP), em Ribeirão das Neves, construção de novas Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (Apacs) duplicações de quatro unidades prisionais (Unaí, Governador Valadares, Ipaba e José Maria Alckimin, em Ribeirão das Neves) e implantação de cerca de 3.700 tornozeleiras eletrônicas.
Em todo o plano, serão investidos R$ 263 milhões, sendo R$ 155 milhões do Governo Federal e R$ 108 milhões do Governo Estadual.
Ao anunciar as vagas, Anastasia relembrou a situação encontrada, em 2003, quando a Polícia Civil era responsável pela guarda da maioria dos presos do Estado e o Governo de Minas se responsabilizou por mudar o cenário do sistema prisional mineiro. “Iniciou-se, ali, um processo gradual, planejado, firme, com muito amparo para nós criarmos unidades prisionais para acolher os presos provisórios e os presos condenados. Já aumentamos em mais de seis vezes o número de vagas existentes e estamos aumentando esse número em mais 50% até o final de 2015. Sabemos que ainda há um mundo a fazer, mas os avanços são extremamente positivos”, afirmou o governador.
ofs_3118.jpgO secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, classificou o anúncio das novas vagas como um dia histórico e destacou a transformação do Sistema Prisional do Estado como um legado a ser entregue para a sociedade mineira. “Temos uma posição diferenciada na questão da gestão prisional. Dos 50 mil presos que temos no sistema prisional, 12 mil trabalham, 6.500 presos estudam. Estamos, neste momento, construindo 11 galpões de trabalho nas maiores unidades, quatro dos quais concluídos. Sete serão concluídos até o final do ano. Em dois anos, praticamente, vamos aumentar em 47% a nossa capacidade de acautelamento. É algo extraordinário pelas dificuldades que a gente vê que outros estados enfrentam”, destacou o secretário.
 
Primeiros editais
Já nesta quarta-feira (12), serão publicados os editais de licitação para as seis primeiras obras, envolvendo a construção de presídios em Itaúna e Poços de Caldas e a ampliação de unidades de Alfenas, Itajubá, Divinópolis e Montes Claros, com criação de 1.740 vagas e investimentos de R$ 58,6 milhões, sendo R$ 46,1 milhões do Governo de Minas e o restante do governo federal.  Os demais editais deverão ser publicados nos próximos 30 dias. O prazo de entrega será de dez meses após o início das obras.
O presídio de Itaúna, na região Centro-Oeste, terá 306 vagas, com um investimento de R$ 9,8 milhões de recursos do Governo de Minas. Será construído em terreno de 30 mil metros quadrados, doado pelo município. O novo presídio de Poços de Caldas, no Sul de Minas, terá 306 vagas, com um investimento de R$ 10,9 milhões do Governo de Minas. A unidade será construída em uma área de 50 mil metros quadrados, doada pelo município.
A ampliação do presídio de Alfenas, também no Sul de Minas, irá resultar em mais 306 vagas, com investimentos de R$ 10,3 milhões, sendo R$ 6,9 milhões do Governo de Minas e R$ 3,4 milhões do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). O presídio de Itajubá, outra unidade no Sul de Minas, também será ampliado, passando a contar com mais 306 vagas, um investimento de R$ 7,8 milhões, sendo R$ 4,4 milhões do Governo de Minas e R$ 3,4 milhões via Depen.
Já o presídio de Divinópolis, no Centro-Oeste, terá ampliação de 306 vagas. Serão investidos R$ 10,4 milhões, sendo R$ 7 milhões de aporte do Governo de Minas e R$ 3,4 milhões do Depen. Para o presídio de Montes Claros (Norte de Minas) serão mais 210 vagas, com investimentos de R$ 9,4 milhões, sendo R$ 7,1 milhões de aporte do Governo de Minas e R$ 2,3 milhões do Depen. A expectativa é de que as primeiras obras comecem dentro de três meses.
Próximos editais
Com um total de 3.745 novas vagas, os nove editais restantes serão lançados em até 30 dias e deverão ser investidos cerca de R$ 113 milhões. Serão construídos nove presídios nos municípios de Ubá (388 vagas), Iturama (388 vagas), Machado (388 vagas), Lavras (388 vagas), Pirapora (388 vagas), Barbacena (388 vagas), Esmeraldas (603 vagas), além de duas unidades femininas, uma em Pará de Minas e a outra em Uberlândia, com 407 vagas cada.
Também participaram da solenidade da criação do plano, o secretário de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social, Cássio Soares, os comandantes das forças de segurança do Estado, coronel Márcio Martins Sant'Ana (Polícia Militar), Cylton Brandão (Polícia Civil) e o coronel Sílvio Antônio de Oliveira Melo (Corpo de Bombeiros Militar), prefeitos de municípios beneficiados, parlamentares, além de integrantes do Sistema Prisional. 

Crédito fotos: Omar Freire / Imprensa MG

Será que vale a pena sair de aspmg para ir para pcmg ,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,ou pmmg , vantagem ou desvantagem,,,,,,,,,.

Governo de Minas anuncia concurso para mil novos investigadores da Polícia Civil

Decisão é mais um dos resultados da nova lei orgânica da instituição, sancionada no fim do ano passado pelo governador Antonio Anastasia
Governo de Minas anuncia concurso para mil novos investigadores da Polícia Civil
O governador Antonio Anastasia acaba de comunicar ao chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Cylton Brandão, a autorização para a abertura de concurso público para preenchimento de 1.000 vagas para o cargo de Investigador de Polícia. Com isso, a instituição dará início imediato aos procedimentos para a publicação do edital com as regras do certame. “Esses novos policiais civis serão de fundamental importância para reforçar ainda mais o trabalho de investigação de Polícia Judiciária, garantindo maior agilidade na elucidação de crimes, resultando na melhoria da segurança pública de nosso Estado e no aumento da sensação subjetiva de segurança dos mineiros”, afirma o governador Antonio Anastasia.
Esse novo concurso público dá sequência ao amplo processo de reestruturação da Polícia Civil, que envolve também ações de gestão em favor da eficiência plena das atividades finalísticas da corporação.  “Esse é mais um dos resultados positivos da nossa nova Lei Orgânica, sancionada pelo governador Anastasia, no final do ano passado, que prevê ampliação de servidores em todas as carreiras policiais”, afirma o chefe da Polícia Civil, Cylton Brandão. Ele ressaltou que, assim como no caso dos investigadores, futuros postos nas demais carreiras também deverão ser preenchidos por meio de concursos públicos.
Em março de 2013, a Polícia Civil já havia dado posse à maior turma de delegados da história da instituição. Com os 420 profissionais formados pela Acadepol, pela primeira vez na história de Minas, todas as comarcas passaram a contar com um delegado. Ainda em 2013, 125 novos escrivães ingressaram na Polícia Civil, também por meio de concurso público.
A partir de abril deste ano, 121 médicos legistas e 95 peritos criminais tomarão posse na instituição, que já admitiu, também, 1.281 servidores administrativos para reforçar o trabalho nos órgãos e demais unidades policiais, com benefício direto ao processo de investigação de Polícia Judiciária. Para Cylton Brandão, “o esforço de planejamento da instituição tem contado com total apoio do governador para que a Polícia Civil possa ampliar sua capacidade de trabalho dentro do Sistema de Defesa Social do Estado, contribuindo diretamente para a segurança do cidadão.”

A IBFC JUNTAMENTE COM A SEDS DIVULGAM CRONOGRAMA DA SEXTA ETAPA.


SÓ PRA RELAXAR , HOMO SINUCA

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

SÓ PORRA LOKA ,DEUS CRIOU UMA MÁQUINA CHAMADO HOMO VITAL. A MÁQUINA DAS MÁQUINAS .

Brasil: Policial do BOPE tenta evitar assalto, é confundido e acaba morto por seguranças

Brasil: Policial do BOPE tenta evitar assalto, é confundido e acaba morto por seguranças

O cabo Sidnei Dias Simão, 34 anos, do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) do Rio de Janeiro, presenciou um assalto a um posto de gasolina na manhã deste domingo (9), em Nova Iguaçu, e resolveu impedir o assalto.
O problema é que ele, à paisana, foi confundido com bandido e alvejado pelos seguranças do estabelecimento.
O militar morreu atingido por vários tiros.
As informações são do portal O Dia.

De acordo com o site carioca, Sidnei era segurança particular do ativista cultural José Júnior, coordenador do Afro Reggae, entidade conhecida nacionalmente pelos trabalhos que realiza com jovens da periferia do Rio.
A morte do PM é mais uma prova do quanto é delicada a situação de profissionais da segurança pública em seus horários de folga, principalmente quando decidem intervir em assaltos.
Quando dá certo, vira “quase um herói”. Mas um erro qualquer pode ser fatal.
Sidnei morreu tentando ajudar.
Curtir ·  ·  · 225 · há ± 1 hora · 

DO ESCRITÓRIO-CELA DE MG .

De dentro de presídio em Uberlândia, detentos postam fotos em rede social













































Detentos do presídio Professor Jacy de Assis, em Uberlândia (537 km de Belo Horizonte, MG), criaram um perfil no Facebook e postavam fotos e frases como "mais um dia caminhando 'pra' vitória" de dentro das celas desde dezembro do ano passado.


Ao todo, treze presos foram identificados pela direção do presídio. No ar desde 13 de dezembro do ano passado, o perfil só foi descoberto nesta semana.



Na rede social, os presos, que estão vestidos com os uniformes da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi), aparecem fazendo poses dentro das celas e também dormindo.

Em uma das fotos, um dos detentos segura o pé de outro enquanto dorme. Em determinadas publicações, há comentários de conhecidos dos presos.


Outra foto publicada em 24 de janeiro último mostra cédulas de R$ 100,00 em cima de uma mesa. Mas, segundo o diretor do presídio, Adanil Firmino, essa fotografia não foi feita de dentro das celas, porque no local não há móveis brancos como o que aparece na imagem.

"Nós desconfiamos que ela tenha sido enviada por outra pessoa que não está no presídio", disse.


O perfil está no nome de "Augusto L. Viscondi", que não aparece nos registros do sistema prisional. Já o link está no nome de um rapaz que aparece nas fotos. Ele é suspeito de tentar atirar em um policial em fevereiro deste ano, depois de ter roubado uma moto.



Essa diferença, segundo Firmino, levantou a suspeita de que o perfil fosse falso. "Estamos em monitoramento", afirma.



As fotos podem ter sido feitas por meio de um telefone celular, que ainda não foi localizado. Segundo Firmino, os 13 detentos identificados foram trocados de cela e serão ouvidos pelo Conselho Disciplinar da unidade.

"Eles poderão ficar até 30 dias com os direitos, como receber visitas e os alimentos enviados pelos familiares, suspensos", afirmou. 
Leia mais em: http://zip.net/bhmnLZ

PCC criou células de inteligência para matar agentes penitenciários federais Flávio Costa Do UOL, em São Paulo 27/07/2017 - 04h00 Ouvir 0:00...