A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

BLOG ALFA PAPA MG .A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

sábado, 20 de abril de 2013

DENÚNCIA RECEBIDA PELA EQUIPE DO BLOG: O uso indevido de viaturas do SISTEMA PRISIONAL também é prática COMUM entre DIRETORES

 
ESSA VIATURA OFICIAL "Corsa Sedan" PASSA À NOITE E OS FINAIS DE SEMANAS NA PRAÇA DO BAIRRO MARACANÃ, DEVERIA ESTAR ESTACIONADA NO PÁTIO DO PRESÍDIO REGIONAL DE MONTES CLAROS. PERGUNTADO NA PORTARIA DO PRMOC/MG  SOBRE A SITUAÇÃO DO VEÍCULO, ELES INFORMARAM QUE O CARRO FICA POR CONTA DE UM AGENTE PENITENCIÁRIO, OU SEJA, É IMPORTANTE ECONOMIZAR A GASOLINA DO VEÍCULO PARA BUSCAR OS DIRETORES E ARRUMAR PEÇAS PARA AS VIATURAS QUEBRADAS, ISTO É, O AGENTE É "Correria". ASSIM, A FOTO FOI REGISTRADA DIA 20/04/2013 ÀS 15:00h.
ENFIM, UM POLICIAL PM/MG QUE  ENCONTRAVA-SE PRÓXIMO INFORMOU QUE A VIATURA SEMPRE FICA ESTACIONADA NAQUELE LOCAL E ELE NÃO SABE EXPLICAR AS RAZÕES.


Presos libertam reféns e encerram



 

rebelião em presídio de Ponta Grossa


No total, três agentes carcerários foram mantidos reféns; ninguém se feriu. 
Rebelião ocorreu no presídio Hildebrando de Souza.

Do G1 PR

Os dois agentes carcerários que eram mantidos reféns durante uma rebelião no presídio Hildebrando de Souza, em Ponta Grossa, no interior do Paraná, foram libertados por volta das 11h30 deste sábado (20). Neste horário, os detentos se entregaram para a polícia e encerraram a rebelião, que durou quase 20 horas.
De acordo com a Polícia Civil, a movimentação dos presos começou desde a tarde de quinta-feira (18) e os policiais conseguiram conter o tumulto na mesma noite. Porém, por volta das 16h de sexta-feira (19) os detentos se rebelaram novamente e fizeram três agentes como reféns. O primeiro foi libertado por volta da 0h deste sábado.
Entre as negociações está a transferência de 40 presos para Curitiba. Participaram das negociações policiais, um juiz da vara de execuções penais, integrantes a OAB e os diretores do presídio.
Ainda segundo a polícia, ninguém ficou ferido. O presídio está superlotado com 500 presos e a capacidade é para 170

confira a reportagem em:http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2013/04/presos-libertam-refens-e-encerram-rebeliao-em-presidio-de-ponta-grossa.html
.

Mulheres: "Guerreiras de Farda", SISTEMA PRISIONAL DE MINAS GERAIS BEM REPRESENTADO PELA MULHER

 

UM AGENTE PENITENCIÁRIO TEVE A SUA MOTOCICLETA FURTADA ONTEM DE MANHÃ; HONDA FAN PRETA PLACA HGC 3472

 
 Entrar em contato:
 (38)91801904/(38)32233692

Trio fura parede, pula muro de 6m e foge da cadeia em Pompéu, MG

Experidiao PortoemBlog do Experidião - Há 5 horas
É o segundo registro da Cadeia Pública em menos de um mês. Cadeia está superlotada com 100 presos e a capacidade é para 68. *Anna Lúcia Silva*Do G1 Triângulo Mineiro Comente agora Três presos fugiram da Cadeia Pública de Pompéu, no Centro-Oeste,na manhã desta sexta-feira (19). Os homens fizeram um buraco na cela e saíram pelo pátio da instituição. Em seguida, eles pularam um muro de seis metros. A Polícia Militar (PM) faz rastreamento, nenhum deles foi localizado. Essa é o segundo registro em menos de um mês de detentos que fogiram da Cadeia Pública. No dia 26 d... mais »

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Mulher é flagrada tentando entrar com seis aparelhos celulares em presídio de Campina


Mulher é flagrada tentando entrar com seis aparelhos celulares em presídio de Campina 

Agentes da Penitenciária Padrão de Campina Grande detiveram na manhã desta sexta-feira (19) uma mulher que pretendia entrar com seis aparelhos celulares naquela unidade penal.

O flagrante aconteceu no momento em que os agentes revistavam uma sacola que continha um suporte de plástico com o fundo falso. Numa inspeção mais atenta, os funcionários contaram o material proibido.

Além dos telefones, a acusada Marina Andrade de Lima também escondeu no suporte 05 fones de ouvido, 04 carregadores, 07 baterias e três chips. O material seria entregue ao detento Ranielson do Ó.

A acusada foi encaminhada à delegacia de Polícia Civil, para os devidos procedimentos legais.
Mulher é flagrada tentando entrar com seis aparelhos celulares em presídio de Campina

Agentes da Penitenciária Padrão de Campina Grande detiveram na manhã desta sexta-feira (19) uma mulher que pretendia entrar com seis aparelhos celulares naquela unidade penal.

O flagrante aconteceu no momento em que os agentes revistavam uma sacola que continha um suporte de plástico com o fundo falso. Numa inspeção mais atenta, os funcionários contaram o material proibido.

Além dos telefones, a acusada Marina Andrade de Lima também escondeu no suporte 05 fones de ouvido, 04 carregadores, 07 baterias e três chips. O material seria entregue ao detento Ranielson do Ó.

A acusada foi encaminhada à delegacia de Polícia Civil, para os devidos procedimentos legais.

                               Imagem do dia


Reprodução
ZERO HORA  abril de 2013 | N° 17399


Presidente do Sindap denuncia que célula do PCC continua ativa no Acre e revela plano para matar pai de agente penitenciário

19 de abril de 2013
O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Acre (Sindap), Adriano Marques, publicou na sua página do Facebook que a célula da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que dizem que foi extirpada do Acre continua ativa.
Em seu post, Marques revela que o PCC continua atuando nos presídios acreanos e que nesta semana a Polícia Civil, por meio de interceptações telefônicas conseguiu informações sobre o plano para matar o pai de um agente penitenciário. O sindicalista diz ainda que o agente e seus familiares estão recebendo proteção policial.
Adriano Marques orienta que todos os agentes mantenham-se vigilantes e redobrem a atenção nos deslocamentos de entrada e saída do serviço.
O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários no Acre- SINDAP, Adriano Marques, usou a rede social do facebook para alertar os seus filiados que o Grupo do Primeiro Comando na Capital- PCC de São Paulo e que atuava no estado do Acre, preso no mês passado pela Policia Civil, sentenciou de morte alguns membros do sindicato da categoria e os seus fmiliares.
Segundo escreveu Adriano, o plano do PCC teria a princípio como alvo o pai de um agente penitenciário e apesar dos seus familiares estarem recebendo proteção da polícia, alertou para que todos redobrem o cuidado nos seus deslocamento á penal na entrada e saída do serviço.
A descoberta do plano do PCC, foi feita por meio de interceptações telefônicas de dentro do presídio para fora, o que leva a crer, o PCC, tem outras ramificações bem atuantes no estado do Acre.

CASO BRUNO
Defesa vai negar envolvimento de Bola na morte de Elisa
Julgamento começa nesta segunda-feira 
Os advogados do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, vão negar qualquer envolvimento dele na trama que resultou na morte da amante do goleiro Bruno, Eliza Samudio. Bola será julgado nesta segunda-feira, 22, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, acusado se ser o executor de Eliza. "A situação dele é difícil, o trabalho será árduo, mas nós acreditamos na absolvição" , afirmou o advogado Fernando Magalhães, um dos três defensores do réu. Sobre o fato de o goleiro, condenado em março a 22 anos de prisão, ter citado nominalmente Bola como o homem que asfixiou Eliza, Magalhães disse que "Bruno apenas afirmou ter ouvido isso de Macarrão".

Luiz Henrique Romão, o Macarrão, foi condenado em novembro, depois de ter confessado envolvimento parcial no crime. Ele foi sentenciado a 15 anos de prisão. "O Macarrão hora nenhuma citou o nome do Marcos Aparecido", disse Magalhães. A expectativa dos advogados de Bola, cuja situação se complicou após o depoimento de Bruno ao Tribunal do Júri, e de que o julgamento dure de "de sete a dez dias". "Só para uma das testemunhas temos perguntas para 24 horas seguidas, afirmou.
 
Agência Estado

Dois policiais civis são presos suspeitos de envolvimento em crimes no Vale do Aço


Os homens serão trazidos para a capital e ficarão detidos na Casa do Policial Civil
19/04/2013 19h50
Avalie esta notícia » 
2
4
6
8
FERNANDA VIEGAS
Siga em: twitter.com/OTEMPOonline
  • Notícia
  • Comentários(0)
  • Compartilhe
  • Mais notícias
A
A
FOTO: DIÁRIO DO AÇO/DIVULGAÇÃO
Dois policiais civis, suspeitos de envolvimento em crimes na região do Vale do Aço, acabaram de ser presos na cidade de Ipatinga. Decretadas pela Justiça, as prisões são em caráter temporário para que os acusados possam passar por novas etapas de investigação, segundo nota divulgada na noite desta sexta-feira (19) pela Polícia Civil.
De acordo com o chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Cylton Brandão da Matta, os dois homens têm relação com pelo menos um dos 14 crimes envolvendo policiais, investigados na região, e pode ser que estejam relacionados com a morte dos jornalistas Rodrigo Neto e Walgney Assis Carvalho.
Matta ainda informou que neste sábado (20), os dois presos serão trazidos para a capital e ficarão detidos na Casa do Policial Civil, unidade prisional da instituição.

Entenda o caso
A Polícia Civil confirmou nesta sexta-feira (19), durante coletiva de imprensa, que há envolvimento de policiais na morte dos jornalistas Rodrigo Neto e Walgney Assis Carvalho, assassinados no Vale do Aço. Os suspeitos já foram identificados e, entre eles, estão policiais civis e militares.
O chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Cylton Brandão da Matta, está em Ipatinga. Ele trocou a chefia da corporação após constatar envolvimento de policiais. Com a mudança, o 12º Departamento de Polícia Civil será chefiado pelo delegado José Walter da Mota. Quem vai substituí-lo é o sub-corregedor Elder D´ângelo, que acumula os dois cargos. O delegado regional de Ipatinga, que está afastado por problemas de saúde, será substituído por Irene Angélica, que atuava na Delegacia de Mulheres.
Uma das hipóteses mais fortes é que Neto e Carvalho tenham sido assassinados porque denunciavam a ligação de policiais com um grupo de extermínio na cidade. Dando sequência às investigações, serão ouvidas testemunhas até mesmo fora do Estado.
As mortes
Trinta e sete dias após a morte do jornalista Rodrigo Neto, em 8 de março, assassinado a tiros em Ipatinga, o repórter fotográfico Walgney Assis Carvalho, 43, foi assassinado em Coronel Fabriciano, na região do Vale do Aço. Os dois trabalhavam juntos no jornal "Vale do Aço", e Carvalho seria testemunha-chave do assassinato de Neto. Segundo a Polícia Civil, "há indícios" de que os crimes estejam ligados. Carvalho  foi morto no último domingo (14). Ele seria uma testemunha-chave do assassinato do jornalista.
A morte de Neto estaria relacionada a um grupo de extermínio responsável por, pelo menos, outros nove crimes na região do Vale do Aço. Ele investigava a ligação entre chacinas, homicídios e desaparecimentos ocorridos entre 1992 e 2013. Em todos os casos, havia a suspeita de participação de policiais civis e militares.

De acordo com a Polícia Civil, existem indícios de que os crimes estejam ligados. Carvalho foi assassinado com um revólver do mesmo tipo do usado para matar Neto. O fotógrafo foi uma das primeiras testemunhas a ser ouvidas após a morte do jornalista.

Pelo menos outros dois jornalistas sofreram ameaças e estariam na lista de um grupo de extermínio formado por policias da região. A polícia diz ter intensificado o patrulhamento perto das casas dos profissionais.

Agente penitenciário morre durante tentativa de fuga em presídio



Complexo Penitenciário de Xuri, em Vila VelhaUm agente penitenciário de 44 anos morreu após evitar uma tentativa de fuga dentro do Complexo Penitenciário de Xuri, em Vila Velha. A principal suspeita da causa da morte é ataque cardíaco.
Segundo informações da Secretaria de Estado de Justiça (Sejus), por volta das 15 horas desta quarta-feira (17), um detento tentou fugir da unidade prisional.

Os presos estavam no horário do banho de Sol e um deles conseguiu escalar até o telhado de uma das alas do presídio. Ele corria pelo telhado para ter acesso ao alambrado que cerca o local quando um dos postos de vigilância do presídio avistou o preso. Imediatamente os agentes penitenciários, entre eles Alcides de Oliveira do Nascimento, seguiram até o local, conseguiram impedi-lo de pular o alambrado e retornaram com ele para a cela.

De acordo com o subsecretário da Sejus, Ulisses Reisen de Oliveira, somente minutos depois da ação, o agente passou mal. “Cerca de cinco minutos após ajudar a impedir a fuga, o agente penitenciário caiu na entrada da unidade prisional. Ele recebeu atendimento da equipe de saúde do presídio e foi transportado até a unidade de saúde mais próxima”, afirmou de Oliveira.

Durante o percurso até o Pronto Atendimento de Viana, Alcides teria sido reanimado. Ele chegou vivo até o posto de saúde, mas não resistiu ao que teria sido um infarto fulminante e faleceu no local.

O agente penitenciário Alcides de Oliveira Nascimento era efetivo na função (servidor público) desde setembro de 2010, segundo a Sejus. Há suspeitas de que ele já tomasse remédios em decorrência de problemas cardíacos anteriores.

“Ele estava habilitado a exercer a função e não houve excesso durante a ação em impedir a fuga do preso”, enfatizou o subsecretário, que completou: “Lamentamos a perda lastimável de uma vida, foi com imensa tristeza que recebemos a notícia”.

O subsecretário reconhece que as funções na área prisional são estressantes e que, por isso, há um projeto em andamento na Sejus para a aplicação de uma central de ginástica laboral, para reduzir os problemas de saúde.

Grupo do PCC mesmo na penal sentenciam de morte agentes penitenciários e seus familiares no Acre


Grupo do PCC mesmo na penal sentenciam de morte agentes penitenciários e seus familiares no Acre


O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários no Acre- SINDAP, Adriano Marques, usou a rede social do facebook para alertar os seus filiados que o Grupo do Primeiro Comando na Capital- PCC de São Paulo e que atuava no estado do Acre, preso no mês passado pela Policia Civil, sentenciou de morte alguns membros do sindicato da categoria e os seus fmiliares.
Segundo escreveu Adriano, o plano do PCC teria a princípio como alvo o pai de um agente penitenciário e apesar dos seus familiares estarem recebendo proteção da polícia, alertou para que todos redobrem o cuidado nos seus deslocamento á penal na entrada e saída do serviço.
A descoberta do plano do PCC, foi feita por meio de interceptações telefônicas de dentro do presídio para fora, o que leva a crer, o PCC, tem outras ramificações bem atuantes no estado do Acre.

Presidente do Sindap denuncia que célula do PCC continua ativa no Acre e revela plano para matar pai de agente penitenciário


SEXTA-FEIRA, 19 DE ABRIL DE 2013

Presidente do Sindap denuncia que célula do PCC continua ativa no Acre e revela plano para matar pai de agente penitenciário

19 de abril de 2013 - 3:52:09
O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Acre (Sindap), Adriano Marques, publicou na sua página do Facebook que a célula da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que dizem que foi extirpada do Acre continua ativa.
Em seu post, Marques revela que o PCC continua atuando nos presídios acreanos e que nesta semana a Polícia Civil, por meio de interceptações telefônicas conseguiu informações sobre o plano para matar o pai de um agente penitenciário. O sindicalista diz ainda que o agente e seus familiares estão recebendo proteção policial.
Adriano Marques orienta que todos os agentes mantenham-se vigilantes e redobrem a atenção nos deslocamentos de entrada e saída do serviço.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

O SISTEMA PRISIONAL, ESTÁ SE TORNANDO ,SONHO DE MUITA GENTE. VALEU HAMILTON MITRE.


CONVOCAÇÃO PARA O PSICOLÓGICO! NOTÍCIA BOA PARA OS FUTUROS ASP'S


IBFC
http://www.ibfc.org.br/concurso/seds-1225/

PRIMO POBRE X PRIMO RICO - DESABAFO DE UMA COLEGA

Estou envergonhada! Sou Agente de Segurança Socioeducativo, efetiva e desiludida.... Trabalho no sistema que é "primo pobre" do sistema prisional. Trabalho no CSENSA em Montes Claros, local onde os colegas agentes se desdobram para trabalhar de maneira honrosa a fim de justificar sua nomenclatura. No entanto nosso Go...verno Estadual não colabora ou simplesmente não "enxerga" o nosso esforço. Estamos superlotados e sucateados! Não há estrutura, não há material pra trabalho, os carros estão caindo aos pedaços! Temos um Fiat Uno alugado pelo Estado, uma Parati que não anda e uma Ducato que está constantemente quebrada. E hoje, 16 de abril de 2013 tivemos de ser ajudados pelo "primo rico", o sistema prisional, com sua viatura "Toyota Hilux" recém adquirida pelo sistema. Parabéns aos nossos colegas que cm certeza merecem até mais em virtude de seu trabalho, mas e nós??? Teremos que fazer o que para conseguir o mesmo respeito???? Afinal nosso trabalho não é menos importante, pelo contrário, lidamos com jovens infratores tão protegidos pela legislação paternalista mas que nesse quesito acabam sendo esquecidos.... Cobrar um trabalho de qualidade para adquirir nota de "produtividade" é fácil, quero ver estar no dia a dia do CSENSA fazendo das "tripas coração" para honrar o trabalho de efetivos e contratados. Onde está a diferença entre prisional e socioeducativo Sr. Governador? Até quando mais teremos que esperar? Sou motorista credenciada do CSENSA e tenho medo de usar as viaturas que nos restaram, ponho em risco minha vida e de adolescentes e de colegas que transporto. Exijo respeito pois trabalho com respeito à lei . Ressocializar sem estrutura é humanamente impossível. Olhem para nós e nos respeitem.
 
Sulene Veloso- Agente de Segurança Socioeducativo.
 
BLOG DO ALEXANDRE GUERREIRO MOC

ALEXANDRE GUERREIRO participou da 4ª Reunião Extraordinária - Audiência Pública realizada na Câmara Municipal de Montes Claros. O REQUERIMENTO DO PORTE DE ARMAS PARA O AGENTE PENITENCIÁRIO FOI APROVADO!


Pauta da 4ª Reunião Extraordinária - Audiência Pública

Quinta-feira 18 Abril 2013, 14:00
Local: Externo
Município: Montes Claros - MG

São matérias de competência da Comissão de Segurança Pública:
a) a política de segurança pública;
b) a política de combate ao crime organizado;
c) a política carcerária;
d) a política de recuperação e de reintegração social de egressos do sistema prisional;
e) a defesa civil.
Artigo 102 do Regimento Interno
Compete às comissões permanentes apreciar, conclusivamente, em turno único, as seguintes proposições:
- projetos de lei que versem sobre declaração de utilidade pública e denominação de próprios públicos;
- projetos de resolução que tratem de subvenções;
- requerimentos escritos que solicitarem providência a órgão da administração pública; manifestação de pesar por falecimento de membro do poder público; manifestação de apoio, aplauso, regozijo ou congratulações; manifestação de repúdio ou protesto. Esses requerimentos não precisam de parecer.
Artigo 103 do Regimento Interno

Colegas do SISTEMA PRISIONAL vamos lutar para moralizar nossa profissão!

 ALEXANDRE GUERREIRO 
PRESIDENTE DA AASPESEN-MG

 Vereador Lêga abraça as causas do SISTEMA PRISIONAL, ao lado do Presidente da Associação dos Agentes Penitenciários, Lêga disse que é muito importante a Aprovação do Porte de Armas para os Agentes Penitenciários de Minas Gerais e está disposto na função de parlamentar municipal na busca da moralização da segurança pública prisional de Montes Claros.
 Foi aprovado o REQUERIMENTO do projeto de LEI  que confere o PORTE DE ARMAS no âmbito estadual aos AGENTES PENITENCIÁRIOS, AGENTES SOCIOEDUCATIVOS E OFICIAIS DE JUSTIÇA, Sargento Rodrigues pediu ao Presidente da AASPESEN-MG Alexandre Guerreiro para mobilizar os nobres colegas sobre a ações do projeto para aprovação.
O vereador Policial Lêga pediu durante audiência pública a intervenção do Estado em caráter de urgência do PRESÍDIO REGIONAL DE MONTES CLAROS, devido o poderio do crime organizado dentro do presídio, Lêga destacou e pediu providências para minimizar as ações dos dois maiores narcotraficantes da Região o "Ninha & Malboro" que operam o crime dentro e fora dos presídios da região. O vereador frisou os inúmeros aparelhos celulares na mão de presos rastreados pela polícia. Assim, o vereador Lêga explanou na audiência pública. Colocou seu gabinete a disposição do SISTEMA PRISIONAL.



 Alexandre Guerreiro e o Deputado João Leite presidente da Comissão de Segurança Pública.
 
O presidente do Sindipol regional Enmerson da polícia civil proclamando as principais necessidades da polícia civil na região norte do estado e aponta os excedentes do concurso de escrivão, assim, ele pede a comissão para lutar pela nomeação dos candidatos, pois dia 15 de maio de 2013 prescreve o prazo do edital do concurso.
 DENILSON MARTINS PRESIDENTE DO SINDIPOL.

Pauta da 4ª Reunião Extraordinária - Audiência Pública

Quinta-feira 18 Abril 2013, 14:00
Local: Externo
Município: Montes Claros - MG
Membros Efetivos Membros Suplentes
Dep. João Leite/PSDB (Presidente) Dep. Rômulo Viegas/PSDB
Dep. Sargento Rodrigues/PDT (Vice-Presidente) Dep. Tenente Lúcio/PDT
Dep. Cabo Júlio/PMDB Dep. Leonídio Bouças/PMDB
Dep. Lafayette de Andrada/PSDB Dep. Sebastião Costa/PPS
Dep. Leonardo Moreira/PSDB Dep. Duarte Bechir/PSD
Assessor : FLÁVIA SILVA PINHEIRO (Tel: 21087649)
Apoio : CRISTIANE ABRITTA LOURENÇO NOGUEIRA REZENDE (Tel: 21087178)
Consultor : LINCOLN ALVES MIRANDA (Tel: 21087677)

1a. Parte - Expediente

Leitura e aprovação da ata;
Leitura da correspondência e da matéria recebida;
Designação de relator;

2a. Parte - Ordem do Dia/Pauta

Finalidade: Debater a situação da polícia judiciária na região, bem como a necessidade de construção de um batalhão do Corpo de Bombeiro nesse Município.
Autor do(s) requerimento(s):
Dep. Carlos Pimenta

Convidados:
Ruy Adriano Borges Muniz, Prefeito Municipal de Montes Claros;
Antonio Silveira de Sá, Presidente da Câmara Municipal de Montes Claros;
Rômulo de Carvalho Ferraz, Secretário de Estado de Defesa Social;
Cel PM César Ricardo de Oliveira Guimarães, Comandante da 11ª Região da Polícia Militar de Minas Gerais;
Ten.-Cel. BM Sérgio Ricardo Santos de Oliveira, Comandante 7º Batalhão de Bombeiro Militar - 11ª Região Integrada de Segurança Pública;
Rogério da Silva Evangelista, Chefe do 11º Departamento de Polícia Civil;
Adauto Marques Batista, Presidente da FIEMG Regional Norte;
Gilberto Eleutério dos Santos, Presidente do Clube dos Dirigentes Lojistas;
Edilson Carlos Torquato, Presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Montes Claros. Observação: Local: Câmara Municipal de Montes Claros (Avenida João Luiz de Almeida, 40, Guilhermina).
Discussão e votação de proposições da comissão
Esta pauta poderá sofrer alterações até 24 horas antes da sua realização (parágrafo único do artigo 120 do Regimento Interno)

Detentos do Mato Grosso postam video de funk no facebook

PROFESSORES SOFRE DIMAIS ,NA ALA DA PSIQUIATRIA DO IPSEMG ,É MAIS DO QUE ASP


Professor bate em aluno dentro da sala de aula, em Santa Luzia

Testemunhas disseram que o professor deu três socos no rosto de um estudante

Uma briga entre um professor e um aluno terminou em pancadaria, no fim da amanhã desta quinta-feira, na Escola Estadual Efigênia de Jesus Werneck, no Bairro Dona Rosarinha, em Santa Luzia, na Grande BH. A Polícia Militar recebeu a denúncia de que um professor bateu em um aluno de 16 anos dentro de sala de aula. Revoltados, os demais estudantes se juntaram para revidar a agressão.

Ainda segundo a PM, o professor se escondeu e se trancou dentro de uma sala com medo de ser linchado pelos alunos. Acionados, os militares foram até a escola e escoltaram o professor até a viatura, mas os estudantes ainda jogaram pedras e quebraram o carro da polícia.

Uma aluna de 14 anos que estava na escola no momento da confusão explica que a confusão começou quando o professor mandou que o estudante do segundo ano saísse da sala. O aluno, que estava fazendo prova, se recusou e foi agredido pelo professor com três socos no rosto. “O professor ficou trancado no banheiro dos meninos e depois foi pra diretoria. Os alunos pegaram o material dele e rasgaram tudo”, conta a adolescente.

André Fernandes Pereira, de 22 anos, é vizinho da escola e conta que foi acordado pela confusão, por volta das 11h. “Ouvi barulho de gente gritando, porta batendo. Acho que um professor não poderia ter uma reação dessa, ele tinha que ter chamado a direção para tomar as providências”, afirma.

AGENTES PRENDEM BANDIDOS QUE ROUBAVAM EM TORNO DO CERESP ,


Trio rouba casal na porta de Ceresp e é preso no bairro Gameleira
Materiais roubados não foram recuperados
18/04/2013 07h03
Avalie esta notícia » 
2
4
6
8
TABATA MARTINS
Siga em: twitter.com/OTEMPOonline
  • Notícia
  • Comentários(0)
  • Compartilhe
  • Mais notícias
A
A
Três homens foram presos por roubo no fim da noite dessa quarta-feira (17), no bairro Gameleira, na região Oeste de Belo Horizonte. Fernando da Silva de Jesus, de 19 anos, Glaydson Viana da Silva, de 21, e Marcio Vinícius dos Santos Carmo, de 22, foram detidos após roubarem o celular, dinheiro e pertences pessoais de um casal. O assalto ocorreu em frente ao Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) da Gameleira.
De acordo com a Polícia Militar, o trio foi achado ainda nas proximidades do Ceresp ,agentes da pm   por meio de informações passadas pelas vítimas, um homem de 27 anos e uma mulher de 23. O casal contou aos militares do 5º batalhão que os assaltantes fugiram correndo por uma escada que dá acesso à uma linha férrea.
Com os detidos, que tentaram fugir, os policiais apreenderam um bucha de maconha e uma porção de cocaína, que foi jogada por um dos presos no momento em que entrou na viatura.
Os materiais roubados do casal não foram recuperados.
O trio, que foi reconhecido pelas vítimas, foi encaminhado à Delegacia de Plantão do Barreiro.