A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

BLOG ALFA PAPA MG .A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

domingo, 20 de outubro de 2013

Policial da Rotam entregando celular para um presidiário.

Câmera flagra policial repassando celular para detento dentro de presídio da Paraíba

Material apreendido


O programa Cidade Alerta, TV Correio/Record, divulgou nesta quinta-feira (17) a imagem do circuito interno de câmeras do Presídio Padrão Regional de Campina Grande (Serrotão), a Máxima da cidade paraibana que fica a 130 km de João Pessoa, onde mostra um soldado das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitana (Rotam) do 2° Batalhão de Polícia Militar repassando dois celulares e fones de ouvido para um detento que cumpre pena por tráfico de drogas. 

O flagrante ocorreu nessa quarta-feira (16). O policial foi preso.As imagens, que foram cedidas pela Gerência de Inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba, flagram o policial militar entregando o material ao preso - que é tio dele – e logo em seguida o detento coloca o produto dentro da cueca.
A Gerência Executiva de Planejamento, Segurança e Informação (Geplasi) deu início às investigações, há cerca de dois meses, revelando que um PM da Rotam estava passando celulares para um tio. A prisão foi efetuada pelo Grupo Penitenciário de Operações Especiais (Gpoe).

Anselmo Costa informou que o serviço de inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba (Seap) já estava investigando o ato ilícito do policial e, nessa quarta, confirmou a suspeita.

“O policial costumava visitar o tio – que está preso há quatro meses - e sempre entregava aparelhos. A Seap observava. No momento em que o detendo voltava para a cela, ele foi abordado pelas autoridades quando portava dois celulares e fones de ouvido”, informou o diretor.

O soldado que repassou os equipamentos foi liberado após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) na Central de Polícia Civil, em Campina Grande.

De acordo com o tenente coronel Souza Neto, comandante do 2° BPM, o soldado foi afastado das funções e uma sindicância, bem como um processo administrativo, serão abertos para apurar o caso. Conforme a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), as investigações vão continuar acompanhando outros policiais.

 Foto: Apenado flagrado com aparelhos

 Apenado flagrado com aparelhos


Créditos: Seap