A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

BLOG ALFA PAPA MG .A paz, se possível, mas a verdade, a qualquer preço.(Martinho Lutero)

sábado, 3 de setembro de 2011

POLICIAL FLAGRADO FAZENDO SEXO EM CAPÔ DO CARRO


A Associação dos Servidores do Sistema Prisional de Unaí – ASSPU, em parceria com a Secretaria Municipal De Saúde, realizou na Feirinha do Produtor de Unaí, mais conhecida como Feirinha do Convento, uma manhã de promoção à saúde, na qual aferiram a pressão arterial e realizaram o controle da glicemia capilar em aproximadamente 250 pessoas, visando melhor qualidade de vida da comunidade unaiense.Os atendimentos realizados neste evento contaram com a colaboração dos associados, dentre eles profissionais de saúde capacitados. Isso somente foi possível porque, atualmente, a ASSPU possui aproximadamente 310 associados.A diretoria da associação, na pessoa de seu presidente, Eugênio Ferreira dos Santos, afirmou que a Associação dos Servidores do Sistema Prisional de Unaí vem sempre buscando benefícios que visem melhorar a qualidade de vida de seus associados, assim como da comunidade na qual está inserida. “Aproveito a oportunidade para agradecer aos membros da diretoria executiva, à Secretaria Municipal de Saúde, assim como a todos os associados”, agradeceu o presidente.

www.asspu.com.br



Fotos e texto: Paulo Henrique Pereira 

Avião terrestre é atração de
Guadalajara; conheça!

  • destacar vídeo
  • espalhe por aí
Dê sua nota: 879 exibições
Uma das maiores curiosidades da sede dos Jogos Pan-Americanos de 

Sindicatos precisam acionar a justiça para receber o piso salarial obrigatório, afirma CNTE
02/09/2011 14h24
Avalie esta notícia » 
2
4
6
8
DA REDAÇÃO
Siga em: twitter.com/OTEMPOonline

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) orientou nesta sexta-feira (02) os sindicatos estaduais de professores a mover ações, de forma isolada, nos Judiciários locais para fazer valer a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que julgou constitucional a fixação de piso nacional para a categoria.
Sancionada em 2008, a Lei do Piso determinou que nenhum professor da rede pública com formação de nível médio e carga horária de 40 horas semanais pode ganhar menos de R$ 950 mensais. Com a correção, o valor este ano passou para R$ 1.187. À época da aprovação da lei, cinco governadores entraram no STF questionando a constitucionalidade do piso nacional.
Para o advogado da CNTE Gustavo Ramos, a decisão do Supremo deixou em aberto diversas questões, como a validade do piso nacional para cumpre menos de 40 horas semanais e a retroatividade do piso nacional a janeiro de 2009. No caso da carga horária, Ramos entende que a tendência do STF, se tivesse que se pronunciar sobre o assunto, seria optar pela proporcionalidade, por isso é melhor os professores resolverem a questão movendo ações em nível estadual.
Sobre a retroatividade, o advogado entende que o sistema jurídico do país aponta para esse direito, por isso recomendou que os professores se mobilizem e não deixem o movimento que estão fazendo nessa direção perder força.
Durante encontro dos professores na sede da CNTE, foi distribuído cartaz em que a categoria pede a aplicação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) anual na educação.
AGÊNCIA BRASIL

Policial da milícia foge com menos de 24h de prisão, no Rio

Corregedoria da PM instaurou inquérito e determinou a prisão do oficial do dia, considerado conivente com a fuga


Apontado como um dos mais perigosos integrantes da milícia Liga da Justiça, o ex-policial militar Carlos Ary Ribeiro, o Carlão, fugiu na madrugada desta sexta-feira (2) do Batalhão Especial Prisional (BEP), no Rio de Janeiro, menos de 24 horas após o início da Operação Pandora, promovida pela Polícia Civil e o Ministério Público do Rio contra o mesmo grupo paramilitar. A Corregedoria da PM instaurou inquérito e determinou a prisão do oficial do dia, considerado conivente com a fuga.

Carlão foi um dos 18 denunciados ontem por formação de quadrilha armada pelo Ministério Público do Rio. De acordo com os promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o ex-cabo da PM "é um dos mais virulentos homicidas a integrar as hostes da quadrilha. É o responsável pela perpetração de incontáveis assassinatos na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro em prol da malta".

Ainda segundo a denúncia, mesmo antes de fugir, Carlão havia transformado sua cela no BEP em uma espécie de escritório da Liga da Justiça. De lá, ele e o também ex-PM Ivo Mattos da Costa Junior, o PM Junior ou Tomate, controlavam a cobrança de taxas de mototaxistas e vans e a arrecadação com a venda de sinal pirata de TV por assinatura (gatonet), segundo os promotores. O Ministério Público havia feito novo pedido de prisão preventiva contra Carlão. Além dele, outros três ex-PMs denunciados ontem também estavam presos. Mais cinco pessoas, sendo duas mulheres, foram presas durante a operação.

Para fugir, Carlão forçou a entrada na sala que a Defensoria Pública mantém no BEP. O ex-PM passou então por um pátio interno até chegar a uma guarita desativada. Carlão teria usado uma corda para descer o muro. A polícia acredita que um carro já esperava o miliciano do lado de fora do BEP. No início da manhã, o corregedor da PM, coronel Ronaldo Menezes, esteve no batalhão prisional e admitiu a fragilidade do sistema. Segundo ele, policias do BEP facilitaram a fuga de Carlão.

Diferença entre a segunda e a sexta feira !

sexta-feira, 2 de setembro de 2011


SC: 'super revólver' de 5 kg é apreendido; origem é desconhecida


Arma é parecida com a utilizada no filme americano  Hellboy  e carrega cinco cartuchos de uma vez. Foto: Polícia Civil-SC/Divulgação

Arma é parecida com a utilizada no filme americano Hellboy e carrega cinco cartuchos de uma vez
Foto: Polícia Civil-SC/Divulgação

FABRÍCIO ESCANDIUZZI
Direto de Florianópolis para o Portal Terra
A Polícia Civil de Santa Catarina investiga como um "super revólver" de 5 kg teria entrado no Estado. A arma, parecida com a utilizada no filme americano Hellboy, foi localizada na casa de um preso por envolvimento com tráfico de drogas. Equipes da 2ª DP de São José investigam a origem do armamento, enviado nesta quinta-feira para técnicos do Instituto Geral de Perícias.
A detenção ocorreu na noite de terça-feira. A arma de aço inox raspado artesanalmente tem capacidade para carregar cinco cartuchos de bala de uma só vez. Os policiais também encontraram com Douglas Amilton Portes, 20 anos, cerca 

MINAS URGENTE - Exclusivo. Quem é o "Quén-Quén" O Bandido mais Procurado de MG


Módulo de segurança máxima começa a ser montado nesta sexta

Publicado por Redação em 01/09/2011

Nesta quinta-feira (01) chega ao sistema penitenciário oito carretas transportando as celas pré-moldadas do Módulo de Segurança Máxima. As celas foram fabricadas na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, e já começam a ser montadas nesta sexta-feira (2), a partir das 8h, ao lado do Presídio Cyridião Durval.

O módulo vai abrir 96 novas vagas no sistema prisional e vai utilizar o que há de mais avançado na construção de presídios. A estrutura, feita em concreto de alto desempenho, impede a comunicação entre as celas. Os controles de água, energia e abertura das portas são individuais.

Os agentes penitenciários farão a vigilância em plataformas aéreas – sem contado direto com os internos. O custo de operação e manutenção é considerado baixo.

O Módulo será construído com verba do Fundo Estadual de Segurança Pública e está orçado em dois milhões e meio de reais.

Se fosse construída pelos métodos tradicionais a obra levaria um ano para ficar pronta, mas será realizada em apenas três meses. Outra vantagem é a economia operacional. O módulo de segurança máxima vai empregar um terço do pessoal necessário para operar um módulo tradicional.

Presos perigosos – O novo módulo vai abrigar líderes de facções criminosas que atuam dentro dos presídios e mantê-los isolados dos demais reeducandos. Segundo o superintendente geral de Administração Penitenciária, tenente-coronel Carlos Luna, agora o sistema penitenciário alagoano terá como lidar com presos de alta periculosidade.

“Poderemos estabelecer um controle mais efetivo sobre a influência das lideranças criminosas sobre os outros presos. Esse módulo garantirá que não haja comunicação entre esses reeducandos,  possibilitando um avanço no combate e neutralização das organizações criminosas”, afirmou Carlos Luna.

Assessoria da SGA

Seguranças espancam flanelinhas que trabalhavam em frente a um hotel no RS

  • destacar vídeo
  • espalhe por aí
Imagens de segurança registraram a agressão, que segundo as vítimas

Em tiroteios, policiais militares matam dois homens na RMBH

Um dos mortos seria traficante de Neves e o outro, assaltante de Contagem, de acordo com a PM


Dois homens foram mortos em dois tiroteios ocorridos na Região Metropolitana de Belo Horizonte, entre a noite de quinta-feira (1º) e a madrugada desta sexta-feira (2). Eles seriam criminosos e os homicídios teriam acontecido em legítima defesa, segundo a Polícia Militar.

O palco de um dos crimes foi o Bairro Landi 1ª Seção, em Ribeirão das Neves. Militares realizavam operação de combate à criminalidade na região, conhecida pela violência -no dia 27 de setembro, três pessoas foram mortas.

Na Rua Sete, os policiais encontraram um grupo, composto por supostos traficantes, que fugiu assim que viu a viatura. Os militares se esconderam em uma área sem iluminação e esperaram o retorno dos suspeitos. Após um tempo, o grupo avisou a um homem identificado apenas como Chiquinho que a PM havia saído.

Chiquinho então saiu de um beco, disse que iria pegar "a bomba" e andou em direção aos militares, que tentaram abordá-lo. Ele sacou uma arma e foi atingido quatro vezes - três no peito e uma no braço. Baleado, chegou a ser levado ao Hospital Risoleta Neves, mas morreu pouco após dar entrada. Com ele foram apreendidos 82 pedras de crack e um revólver calibre 38.


Revista com raio-x em penitenciária começa na semana que vem

Aparelho de body scan já foi instalado na Penitenciária Nelson Hungria e visitantes serão revistados a partir do dia 10


RENATO COBUCCI/SECOM
RAIO X
O body scan, semelhante ao sensor usado em aeroportos, custa R$ 19 mil por mês


A tecnologia é a nova estratégia adotada pela Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) para barrar a entrada de armas e drogas nas cadeias públicas de Minas Gerais. O body scan - aparelho que substitui a revista íntima e detecta a presença de objetos metálicos escondidos em qualquer parte ou orifício do corpo - já está instalado na Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O novo detector será utilizado a partir do fim de semana dos dias 10 e 11 deste mês.

Até o início de 2012, outras nove unidades prisionais do Estado contarão com o sistema. Visitantes, agentes penitenciários e advogados que tiverem acesso ao interior das cadeias serão revistados, diariamente. O body scan apenas não será usado nas pessoas que estão em tratamento por radioterapia, grávidas ou portadores de marca-passo. O aparelho será alugado por um período de três anos, o que demandará investimento mensal de R$ 19 mil em cada unidade prisional.

O sensor, semelhante ao usado em aeroportos, já tinha sido anunciado com exclusividade pelo Hoje em Dia. Uma espécie de cabine foi montada no interior da Nelson Hungria. Bastam 40 segundos para o equipamento detectar qualquer tipo de droga ou armas camufladas sob roupas, calçados e interior do corpo humano. Objetos como explosivos plásticos e celulares também podem ser escaneados.


RAIO X
Aparelho possibilita detectar armas, metais e drogas (Foto: Renato Cobucci/Secom)

Segundo o secretário de Estado de Defesa Social (Seds), Lafayette Andrada, o aparelho de raio-x será a principal ferramenta para banir a entrada de armas e drogas nos presídios. "Essa nova tecnologia faz parte da estratégia de política pública prisional do Governo para humanizar o sistema, além de ser um instrumento muito eficaz no combate a possíveis irregularidades".

Até o final deste ano, o body scan será instalado nos presídios Antônio Dutra Ladeira, Inspetor José Martinho Drummond, ambos em Ribeirão das Neves, nas duas unidades de São Joaquim de Bicas, no presídio Professor Jacy de Assis, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e na Penitenciária Francisco Floriano de Paula, em Governador Valadares, no Leste do Estado. Em Juiz de Fora, na Zona da Mata, o equipamento reforçará a segurança das penitenciárias José Edson Cavalieri e Professor Ariosvaldo Campos Pires, além da Penitenciária de Francisco Sá, no Norte de Minas.

Além do body scan, o sistema Prisional de Minas Gerais passa a contar, desde ontem, com 55 novas viaturas para o transporte de presos. Cinquenta unidades prisionais de Belo Horizonte e do interior do Estado receberão os veículos. Os automóveis restantes serão encaminhados ao Comando de Operações Especiais (Cope) e à Superintendência de Segurança prisional (SSPI), ambos da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) da Seds. As viaturas foram adquiridas com recursos do Governo do Estado, que investiu cerca de R$ 2,4 milhões.